Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Principessa

lifestyle blog por sofia

Qua | 29.07.15

Ser semi-universitária em Portugal | os meus desabafos

Sofia Silva

Olá!

 

Este ano vou finalmente entrar para a Universidade, foram muitas as questões que coloquei a mim própria durante este ano que dediquei ao trabalho, as questões foram:

  • Será que este curso é o mais indicado?
  • Será que vou gostar?
  • Será benéfico para o meu futuro?

É sobre este assunto que vou falar neste post, vou falar-vos do meu percurso e espero conseguir ajudar alguns de vocês nesta que é uma das fases mais importantes das nossas vidas.

faculdade.JPG

Imagem Internet

 

Depois de muito pensar e, por questões profissionais, cheguei à conclusão que Gestão era a licenciatura eleita.

Visitei o site de algumas universidades e apercebi-me que existiam inúmeras licenciaturas nessa área, fiquei interessada em Gestão de Recursos Humanos e em Gestão (pura e dura), posto isto e como reduzi as coisas a duas licenciaturas foi só escolher a universidade (só?! mal eu sabia o que me esperava), tenho apenas o exame nacional de economia e preciso de fazer o curso em regime pós-laboral o que me reduziu às universidade privadas, riscando da folha as públicas... Parece que já reduzi mais qualquer coisa não é? Mas não foi por essa razão que as coisas se tornaram mais simples, infelizmente  primeiro que conseguisse pedir a ficha enes foi um problema, na Escola Secundária diziam-me que tinha de fazer o exame de Português porque não podiam emitir a ficha sem este exame que é obrigatório (deste setembro do ano passado, tenho um pouco de azar, pensei eu...) após umas longas semanas de insistência na secretaria da Escola Secundária onde realizei o exame e expliquei que com o curso que tinha, não necessitava de fazer o exame de português, a Sra que me atendeu foi muito insistente mas não mais que eu, decidi enviar um email ao Júri Nacional de Exames e a resposta foi a que esperava, vou partilhar convosco:

Cumpre-nos informar que tratando-se de um Curso ministrado pelo Instituto de formação bancária (IFB), regulamentado pela portaria n.º1497/2008 de 19 de dezembro, para prosseguimento de estudos no ensino superior, no presente ano letivo, apenas terá de realizar os exames finais nacionais das disciplinas que se constituírem como Provas de Ingresso.

A parte que mais gostei de ler foi:

Pelo acima exposto, reúne as condições para solicitar e ser emitida a ficha enes.

O meu primeiro pensamento foi: "Yes! Consegui!".

 

Fui até à Escola Secundária, solicitei a ficha enes e apresentei o email que recebi, disseram-me que neste caso iam efetuar a emissão mas que não seria um processo imediato, ia demorar cerca de uma semana até ma poderem dar. Na semana seguinte, fui até à Escola Secundária e, qual não é o meu espanto quando me dizem que a ficha não foi emitida porque não tinham o meu certificado de habilitações, na altura fiz o exame como aluna externa naquela escola e eles não tinham conhecimento da nota de fim de curso é certo, mas nunca mo haviam dito. Eu posso ser muita coisa mas adivinha é que não sou. Vá lá, resolvi o assunto que poderia estar resolvido muito antes, e seguiu-se mais um tempinho de espera.

 

Bem, problema finalmente resolvido, dirijo-me à universidade e levo a tal ficha enes, o certificado de habilitações e os meus documentos, para me candidatar. Bastaria, não era? Pois, estamos enganados outra vez, afinal de contas, tenho de voltar outro dia e trazer uma cópia autenticada da ficha (são só 22,44€). Mais um stress, mais uma voltinha..

Fico de olhos em bico com os preços praticados nas universidades privadas. Mas o pior nem é isso... O pior é que vou ter de gastar dinheiro (cerca de 160 e tal €) e na faculdade não sabem se o curso abre ou não no horário que preciso (parece que o ano passado não abriu).

A resposta? Essa só vem em setembro e até lá? Vou ficar nesta angústia sem saber o que vai ser do meu futuro universitário...

Alguém está a passar pelo mesmo?

 

Acompanhem as novidades no Facebook e no Instagram

41 comentários

Comentar post