Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Principessa

lifestyle blog por sofia

Qua | 01.02.17

Vanessa, vamos tomar um chá?

Sofia Silva

Vanessa, vamos tomar um chá?

 

A minha convidada de hoje é a Vanessa, blogger que assina let's do nothing today, um blog que fala sobre viagens, decoração, fotografia e muito mais. A Vanessa fez parte dos Sapinhos até à bem pouco tempo, recordam-se do Nuages dans mon café? Este chá fez-me voltar atrás no tempo: 

 

Sofia, não tens a noção do quanto eu adoro chá. Ficamos sempre tão bem aconchegadas por fora e por dentro. Dizem que é o melhor remédio para o frio, mas tu já sabes que eu sou sempre mais virada para o café, essa sim é a minha perdição. Só o cheirinho que fica no ar, hummm... consegues sentir só de pensar nele? Eu consigo e isso transporta-me para montes de lugares bonitos e que me fazem sentir bem.

 

Sabes que normalmente quando visito outros locais, sejam em Portugal ou noutro país, sou sempre muito crítica quanto ao café. Não sei, provavelmente estou demasiado agarrada ao Delta da gama alta ou ao Nespresso, mas procuro ~quase sempre~ em vão por uma alternativa que seja minimamente parecida. Acho que estás a ver o meu entusiasmo de ir beber um café, pensando para com os meus botões que aquilo vai ser igual ao que estou habituada a beber, que me vai fazer milagres e quando acho que já lhe sinto o sabor... caio dali abaixo com uma ~purga~ que mal se consegue beber. Isto aconteceu-me em Sevilha, quando lá fui no verão. A sério, nem sei porque é que ainda não me mentalizei que os ~nuestros hermanos~ não sabem o que é comida e bebida de verdade. Quando lá estiveste deves ter percebido que aquela gente tem um paladar muito estranho.

 

Para minha sorte, quando fui a Arcos de Valdevez, o café era de marca espanhola e eu já estava a rezar as bolinhas do meu rosário (que não tenho) quando o provei e o achei maravilhoso. Bem melhor do que aquilo a que estou habituada! Logo eu, que sou tão esquisita, fui gostar de algo que vem do outro lado da fronteira. Isso deixou-me com a pulga atrás da orelha: será que os maganos dos espanhóis afinal até têm boas coisas para se degustar? É que fui mesmo apanhada desprevenida.

 

Olha, outra coisa que eu gostava muito era de ir ver as vaquinhas dos Açores. Quando lá foste andei a roer-me de inveja, mas inveja boa, ok? Não sou assim tão má pessoa, acho eu. Adorava ir lá, mas o moço continua a achar que aquilo não é nada de especial (como é que é possível ele achar isso?). Adoro aquela força da natureza, ver que a terra está viva, ver aquelas flores tão típicas das ilhas e ver a plantação de ananases. Também queria muito ir à Madeira, mas para beber a poncha típica. Quem nos estiver a ouvir deve pensar que eu só gosto de comer e beber, por acaso até gosto imenso de experimentar coisas novas e se os olhos também comem e se eles já se deliciam com as vistas, acho que também se deve experimentar as coisas típicas de cada lugar e isso quer dizer que devemos comer e beber como as gentes da terra.

 

Ai mulher, já se acabou o chá e eu aqui com tanta coisa para conversar contigo. Olha, fica para uma próxima, acredito que existirão mais encontros assim.

 

Eu adoro o cheiro do café e confesso que sinto o mesmo que a Vanessa.

Quanto aos Açores a minha viagem até lá foi fantástica, dá para descansar  foi uma pena termos apanhado o furacão porque nos reduziu o tempo que já não era muito longo. Vanessa, acho que deves oferecer os bilhetes ao teu moço e quem sabe ele não se apaixone.

 

Acompanhem as novidades no Facebook e no Instagram